Depois de ações na Justiça, prefeito sanciona Lei que estende licença maternidade

Foi sancionado nesta terça-feira (21) a Lei que estende a licença maternidade de seis meses também para as servidoras celetistas da prefeitura. A Lei chega após muito embate do SISMMAR para garantir, inclusive com várias ações na Justiça, que as servidoras celitistas tenham o direito da licença estendida. O Sindicato obteve êxito em todas as ações que impetrou contra a prefeitura e em favor das mães celetistas.
A presidente do SISMMAR, Solange Marega, juntamente com a dirigente sindical Iraídes Fernandes, esteve presente na solenidade de assinatura da Lei que reuniu centenas de trabalhadoras celetistas da prefeitura. O prefeito Silvio Barros reconheceu que a Lei é fruto da luta do Sindicato na defesa dos direitos dos trabalhadores (as) e chamou a presidente do SISMMAR para subir ao palco onde era realizada a solenidade.
O SISMMAR parabeniza todas as trabalhadoras que tiveram coragem de lutar pelo seu direito na Justiça e mostrar que o caminho seria realmente este e que não havia outra saída para a administração muncipal a não ser regulamentar esta situação com uma Lei. Mais uma vitória conquistada pelo SISMMAR e pelas trabalhadoras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um + 16 =