Após sofrerem agressão, professores decidem prosseguir com greve

Na quarta-feira (8), 43° dias de greve, os professores de Fortaleza deliberaram em assembleia pela continuidade da paralisação. A decisão, unânime, veio um dia após a tropa de choque terem praticado todo ato de violência e intimidação contra os profissionais da educação.

Assembleia delibera pela continuidade da greve
dos professores, em Fortaleza (foto: Valdecy Alves)

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 − dois =