Pioram as condições de trabalho no HM

Você que heroicamente trabalha no HM, sabe que isso é verdade. Pioraram as condições de trabalho e aumentaram as reclamações, que normalmente são feitas contra o trabalhador. O servidor não é culpado da ingerência. É mais uma vítima dessa administração que não respeita os trabalhadores. Carga horária maior do que nos postos de saúde, salário defasado, longas e desumanas jornadas de trabalho, péssimas condições de trabalho e falta de segurança .Se tudo isso não bastasse, há uma situação insustentável: as perseguições e o assédio moral. Trabalhadores são ameaçados de abertura de processos administrativos. Muitos são transferidos de setor e de horário como forma de punição. Como os velhos coronéis, tentam manter os trabalhadores na rédea curta só para mostrar quem manda. Chefias que se esquecem que prefeitos vêm e vão e nós continuaremos aqui e não nos esqueceremos de tudo que temos sofrido. Temos que ter clareza que o responsável pelo caos no HM é o prefeito. É ele quem escolhe os “comandados” que aplicam sua política de “valorização do servidor(?)”.
O prefeito Silvio Barros já reajustou o IPTU do ano que vem e declarou que reposição salarial de 2005, que já devíamos ter recebido, só pagará em 2007. Prometeu reajustes salariais na data base, livre escolha do banco e uma política de valorização dos servidores.Tentou privatizar o HM, o que não aconteceu graças a luta de muitos companheiros.
Nossa arma é a mobilização. Juntos somos fortes, divididos somos presa fácil. Não aceite ameaças e perseguições. Faça com que seus direitos sejam respeitados. Denuncie ao sindicato! Não se engane! A Administração Silvio Barros não respeita os trabalhadores!

Mister M. – servidor processado e perseguido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

oito − cinco =