MAIS UMA ASSEMBLÉIA HISTORICA EXIGE O RECEBIMENTO DA TRIMESTRALIDADE

No ultimo sábado os servidores municipais realizaram mais uma Assembléia histórica na luta pelo recebimento de seu direito a Trimestralidade.

Após estes 17 anos de muita luta, mais uma vez os servidores se reuniram para reivindicar uma negociação honesta e descente.

Participaram da assembléia aproximadamente 800 servidores, entre aposentados, da ativa e que já não são mais servidores do Município.

A assembléia foi iniciada com a colocação das vitórias jurídicas obtidas neste ultimo período, como o arquivamento do processo das prisões políticas em decorrência da greve e ainda no que diz respeito as negações da Prefeitura para a Progressão, Avaliação negativa no estágio probatório e negação de Licença Prêmio, últimas vitórias da categoria.

O corpo jurídico da Ação da Trimestralidade realizou uma apresentação profunda da Ação e fez um comparativo do quão rebaixada é a proposta apresentada por Silvio Barros II.

Os valores propostos pelo Prefeito para a abertura das negociações são extremamente rebaixados. São incoerentes, indevidos e desonestos com estes trabalhadores que construíram e constroem a cidade Maringá e exigem o que é seu de direito: os 36,22% (referentes ao período celetista, março 91 a março 93), inflação sonegada por Ricardo Barros.


Estes são os valores que os servidores têm o direito.
E não os 35 milhões anunciados pelo Silvio Barros II nesta semana, que inclusive, segundo os cálculos realizados pelo SISMMAR e a Comissão de Mobilização, o Prefeito anunciou 35 milhões mas seus valores totais são de apenas 29 milhões.

Diante desta proposta absurda que o Prefeito apresentou os servidores se posicionaram contrários e deram continuidade a suas formas de luta.

Foi constituída uma Comissão de Negociação, composta por 8 (oito) servidores e os diretores do SISMMAR. Esta Comissão está realizando um estudo profundo da Ação, pensando num corpo de auxilio técnico, para construir uma contraproposta que seja coerente com o direito do recebimento da Ação da Trimestralidade.

Para dar continuidade a luta é importante que permaneçamos atentos e participativos, pois uma nova assembléia será convocada assim que estivermos os estudos realizados, para que os trabalhadores que tem a Ação possam decidir sobre a negociação.
Alerta a todos os servidores com Ação da Trimestralidade!
Exigimos o pagamento da Trimestralidade já!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete − 12 =