29 DE JUNHO DE 2008: “Dia de Luta e Luto dos Servidores Municipais”

SISMMAR RELEMBRA A VIOLÊNCIA CONTRA OS TRABALHADORES

O dia 29 de junho ficou marcado na história de Maringá. Em 2006, durante a greve dos servidores, o prefeito decidiu retirar do paço municipal, com uso da polícia, servidores que estavam em greve, pacificamente aguardando negociação.

Ultrajados, caluniados, humilhados e violentados, 44 trabalhadores foram presos, sendo dois deles o advogado e o assessor do sindicato – todos vítimas da violência policial, injustiça e da truculência dos governos. Mas, felizmente, a luta permanente da categoria e a capacidade de não se curvar aos demandos, fez com que os governantes não fossem mais poderosos que a classe trabalhadora organizada.

No dia 15 de junho de 2007, a Juíza da 3ª Vara Cível de Maringá, Carmem Ramajo, determinou o retorno ao trabalho dos demitidos injustamente pela Administração por terem participado da greve.

A OAB condenou a prisão do advogado do sindicato, que na ocasião estava em exercício da função, e realizou seção de desagravo em frente à prefeitura.

No dia 29 de maio de 2008, o Juiz José Cândido Sobrinho, do Juizado Especial Criminal, inocentou os trabalhadores, acatando parecer da promotoria pública e rejeitando denúncia contra eles. Com isso, demonstrou que, ao contrário do que se quis fazer pensar, os trabalhadores não eram e não são bandidos. Lutaram para ter seus direitos reconhecidos e foram vítimas da injustiça e da truculência da Administração Municipal.

No dia 03 de junho de 2008, o Juiz da 5ª Vara Cível, Siladelfo Rodrigues da Silva, proibiu a prefeitura de aplicar qualquer penalidade funcional aos servidores que participaram da greve, determinando multa de R$ 10.000,00 para cada ato de descumprimento.

Diante dos ocorridos, para relembrar o dia 29 de junho, que se tornou dia oficial de luto e luta da categoria, a diretoria do SISMMAR realizará um evento no dia 01 de julho de 2008 (terça-feira), às 19h30m, no auditório da biblioteca municipal.

Na programação, está prevista uma palestra sobre a “Criminalização dos Movimentos Sociais”, promovida pelo Advogado e mestrando em ciência política pela UEL, Avanilson Alves Araújo, homenagem aos lutadores e coquetel de encerramento.

Convidamos a todos que são contra a injustiça e estão em defesa dos oprimidos a comparecerem ao evento. Basta de opressão e violência!

SISMMAR – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Maringá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × 1 =