Mais de 3 mil educadores fazem caminhada em Curitiba

Na manhã desta sexta-feira (24/04), mais de 3 mil educadores de todo o Paraná fizeram uma caminhada no Centro de Curitiba, em direção ao Palácio do Governo, onde a Direção da APP-Sindicato foi recebida em audiência. Em todo o Paraná, a maioria das escolas estaduais aderiu à Greve Nacional em defesa do Piso Salarial dos Educadores. Atos públicos foram realizados em várias cidades do Paraná. O objetivo é fazer com que a lei 11.738, que institui o piso salarial nacional do magistério, seja implementada nos estados e municípios conforme o texto aprovado no Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Lula, em 2008. A Lei do Piso entrou em vigor no dia 1° de janeiro de 2009 e prevê um piso atualizado de R$1.132,90 e 33% de hora-atividade, mas a maioria dos estados e municípios descumprem as novas medidas. Um dos argumentos utilizados por estados e municípios tem sido a decisão provisória do Supremo Tribunal Federal em relação à Lei do Piso. Os juízes suspenderam o dispositivo que prevê a destinação de 1/3 da jornada semanal de até 40 horas para atividades extraclasse, o que não impede os entes federados de aplicá-la. Unidos juntos à CNTE e suas afiliadas de todo o País, os educadores estão pressionando o STF para que julgue, ainda este ano, o mérito desta ação para acabar com as distorções e inseguranças. No Paraná, a mobilização desta sexta-feira reuniu em Curitiba delegações de vários municípios. Os Núcleos Sindicais da APP-Sindicato enviaram representantes à Capital, mas também fizeram mobilizações em seus municípios, como Ubiratã, Apucarana, Assis Chateubriand, Campo Mourão, Cascavel, Cornélio Procópio, Foz do Iguaçu, Laranjeiras do Sul, Londrina, Paranavaí, Pato Branco, Toledo, Umuarama e União da Vitória.Professores e funcionários de escolas de todo o Paraná paralisam suas atividades neste dia também em defesa da Campanha Salarial 2009 da categoria, que tem como principais enfoques a equiparação salarial (reajuste de 25,97% para professores e funcionários), o cargo de 40 horas, auxílio transporte para todos os funcionários, posse dos funcionários concursados e a melhoria das condições de trabalho e saúde dos educadores e a instituição de um plano estadual de educação.
APP Sindicato-CUT PR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

16 − 2 =