Idoso em estágio terminal é atendido sem condições de trabalho por servidores municipais

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Maringá (SISMMAR) protocolou denúncia na Promotoria dos Direitos Humanos de Maringá, no último dia 12 deste mês. No documento entregue ao Ministério Público, o SISMMAR relata as condições insalubres de trabalho de servidores municipais que atuam no Lar de Idosos Morada do Sol.
De acordo com o Sindicato, mesmo sem receber o adicional, os trabalhadores estão expostos diariamente a situações de insalubridade. A constação foi feita pela própria direção do SISMMAR que registrou a situação, levou ao conhecimento do prefeito Silvio Barros II e, diante da indiferença, não restou outra alternativa a não ser encaminhar o caso ao MP e esperar que sejam tomadas providências.
O problema envolvendo o pagamento de insalubridade aos servidores já é antigo, inclusive com ações na Justiça para garantir o direito dos trabalhadores. Neste caso específico denunciado ao MP, um paciente idoso em estado terminal, muito debilitado, recebeu alta de um hospital mas necessita de auxílio médico constantemente é atendido por servidores municipais que são expostos a situação de risco todos os dias.
Para o SISMMAR, a situação não pode continuar em respeito aos trabalhadores e pela dignidade e respeito à vida do paciente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

10 − um =