Dirigente fala sobre falta de fiscais

Carro estacionado sobre a calçada

É absurdo o número de irregularidades, nas mais diversas áreas e especial no trânsito, cometidas em Maringá, conforme mostrou reportagem do jornal O Diário.

A reportagem apurou que parte do problema está em falhas da fiscalização municipal. Dos 125 cargos criados para agente fiscal, apenas 83 estão ocupados, um déficit de 42 postos. “Ouvimos várias reclamações quanto ao Legislativo, mas muitas das leis não são implementadas porque não há fiscais”, reclama o vereador Humberto Henrique (PT).

Também consultada pela reportagem, a vice-presidente do SISMMAR, Cibele Campos, disse que antes de ampliar as vagas para fiscal a administração municipal deveria se encarregar de contratar os agentes para os postos que já existem.

“Para nós, o mais importante seria em áreas como meio ambiente, que só tem duas pessoas como agente. E em várias outras áreas, além dos fiscais, também faltam funcionários”, comentou a dirigente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 + 10 =