20 de novembro, Dia da Consciência Negra

¨Não, temos sim é que denunciar a farsa Abolição, que não fez a previsão do destido de milhões de pessoas. A princesa assinou a lei, mas se esqueceu de assinar a carteira de trabalho dos ex-escravos. Após a Lei Áurea houve uma semana de festas. E depois disso? O que comer? Onde morar, trabalhar? Em que escola estudar? Tudo o que acontece hoje no Brasil é reflexo das mazelas decorrentes dessa lei, sem qualquer planejamento.
A entidade que presido, em vez de festejar a data de 13 de Maio, a instituiu como Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo, quando são realizados palestras em escolas, atos públicos, passeatas e outras manifestações, conforme as possibilidades da organização em cada Estado. È apenas uma data de reflexão¨

Texto adaptado da resposta de Sebastião Soares, professor de história, pesquisador e presidente do Instituto de Pesquisa de Culturas Negras, a mesma pergunta formulada pela revista Raça Online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 − dois =